ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Áudios

POESIA IDENTIDADE DO SOL NA VOZ DE ANNA MÜLLER
Data: 29/07/2012
Créditos:
TEXTO: IDENTIDADE DO SOL
(Poesia que deu origem ao livro do autor)

AUTOR: ALBERTO ARAÚJO
VOZ: ANNA MÜLLER
FUNDO MUSICAL: Garden of Delight / Vangelis
ANO:2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



LANÇAMENTO DO LIVRO IDENTIDADE DO SOL
 POETA ALBERTO ARAÚJO







ALBERTO ARAÚJO - Nasceu na cidade de Luzilândia-PI. Radicado em Niterói- RJ. Casado com a psicóloga Shirley S. Lopes. Alberto é poeta, escritor, contabilista, revisor de textos literários, ativista cultural, professor, é licenciado em letras/português pela Universidade Estadual do Piauí - UESPI - desde cedo que escreve poesias, contos, etc. tem um vasto conhecimento na poesia lírica, termo que mais o identifica. Já é muito conhecido pelo o Brasil, e parte do mundo. Publicou; “Caminhos percorridos Eu e a Poesia- poemas”. Participou da I Antologia dos poetas contemporâneos do Brasil, pela editora In house, livro que foi lançado na Bienal 2010-São Paulo-SP. Participa de II antologia dos poetas Contemporâneos do Brasil, pela editora Iluminatta, de Campinas-SP, será lançado na Bienal do Rio de Janeiro-RJ – participa da antologia “Diário Falando de amor” também da editora Iluminatta,SP Sua poesia tem também característica social e contemporânea. Assina vários sites e blogs. Em seu site oficial conta-se com mais de 112 mil leituras. As maiorias dos seus trabalhos estão sempre sendo divulgado na Internet, para se ter acesso à sua poesia, e conhecê-lo mais um pouco da sua vida literária, basta acessar os sites/blogs: Site Oficial: www.albertaraujo.recantodasletras.com.br    
blog americano:  http://albertaraujo.multiply.com/  
blog: http://albertaraujo.blogspot.com/

contato - e-mail:  
alberto_bacana@hotmail.com/      e-mail do bol :  a.alberto.sousa@bol.com.br.




Obras do poeta ALBERTO ARAÚJO
 
 
Obras do autor:
 - Caminhos Percorridos Eu e a Poesia – Poemas
2009 – 176 pág. ISBN: 978-85-98128-26-9 -  Editora Secco – Florianópolis - SC
 
 - Identidade do Sol – Poesias de amor – 2011 – Editora All Print – ISBN: 978-85-7718-777-5 - com 198 pág. - São Paulo-SP
 
 
Participações em antologias:
 
- Poetas Contemporâneos do Brasil – Volume I – 2010 - com 80 pág. ISBN: 9788578990-68-8 - Editora In House – Jundiaí – SP este livro foi lançado na Internacional Bienal 2010 – São Paulo – SP – Organização do Portal do Poeta Brasileiro.
- Poetas Contemporâneos do Brasil – Volume II – 2011- Editora Iluminatta – São Paulo – SP – este será lançado na Bienal de 2011 – Rio de Janeiro-RJ - Organização do Portal do Poeta Brasileiro
- Diário falando de amor – Coletânea/Fragmentos, com vários poetas - são poesias de amor – 124 pág. ISBN- 978-8564664-01-2 - Editora Iluminatta – São Paulo-SP
...
O Autor está escrevendo dois livros simultaneamente, seus próximos livros, um sobre Niterói, o outro de poemas inéditos, também está editando dois livros, Um de sonetos da poetisa Shirley S. e outro livro que fala sobre ecologia de Jefferson Tardin. 
 
 
 

UM BRINDE À POESIA
Movimento pela Paz e Liberdade de ser
http://umbrindeapoesia.blogspot.com/
 
O tempo voa para quem sonha. Pode parecer só uma expressão poética, mas reflete bem a história do Um Brinde à Poesia, lançado no dia 11 de junho de 1999. A iniciativa foi da poeta, atriz, fotógrafa e jornalista Lucília Dowslley confirmando sua importância como evento divulgador e estimulador da poesia falada no cenário cultural de Niterói.
 
Com edições mensais Lucília faz a abertura da noite com poesias e projeção de fotos de sua autoria acompanhada do músico e compositor Fábio Pereira. Em seguida, recebe o seu aluno - oficina de criação de textos, Arthur Ortiz, nove anos, contando histórias e depois três poetas e um músico convidado com trabalhos autorais. Há o momento do brinde, em que o público é servido com vinho e compõem uma poesia coletivamente celebrando as coisas boas da vida. Tem homenagens a escritores e compositores da MPB e a canja poética, em que o público é convidado a participar do recital. E, não tem desculpa. Quem não tiver texto, escolhe nos livros disponibilizados no palco. O evento termina com cocktail e sorteio de brindes dos apoios.
 
O Um Brinde à Poesia foi criado em sonho. Isso mesmo, no dia 10 de maio de 1999, (dois dias para o meu aniversário - presentão) acordei com toda a idéia, produzindo tudo em 25 dias para lançar no dia 11 de junho, por causa do dia dos namorados (12) e do aniversário de Fernando Pessoa (13), então patrono junto com Vinícius de Moraes. O Anjo como símbolo foi fotografado em NY, em janeiro de 1998, no Central Park. Estas idéias apareceram no meu sonho e tive ainda que editar mil livretos de poesia para distribuir no dia do evento, com apoios do comércio local (destaco os que até hoje me acompanham:
Porção Mágica, Steak House, Lidador, Livraria Gutemberg e EstaSom) e a todos que mensalmente  participam das apresentações.
O sonho só foi possível depois de compartilhado e os poetas, artistas e o público são parte importante para fazer Um Brinde. Sem dúvida exitem muitos motivos para celebrar.
 








 
 
MÊS DE AGOSTO TÊM LANÇAMENTO DE LIVRO NO UM BRINDE.
 

 
Lucília Dowslley traz para edição do dia 13 de agosto do Um Brinde à Poesia, o lançamento do livro Identidade do Sol -poemas e pensamentos, pela All Print Editora, de Alberto Araújo.
 
Antônio Alberto Araújo, escritor, poeta, contabilista, professor e licenciado em letras/português, ele nasceu em Luzilândia, no Piauí. Autor de Caminhos percorridos Eu e a e a poesia – poemas e participou da I Antologia dos poetas contemporâneos do Brasil, pela a editora In House.



IDENTIDADE DO SOL
 
 
Um ente desponta,
E aponta o que é ser belo,
E da beleza nascem palavras.
 
Singrando pela alma
Vão-se as palavras entintadas e solfejadas,
As quais o tempo fez produzi-las
 
Certas, se fazem fato central de uma vida.
Por esse motivo nunca as deixarão adormecidas no cais,
Aneladas a tristezas e angústias
Tampouco dá guarida aos proveitos do que se fizeram.
 
Apenas o querer que, as palavras ditas no papel
Sejam viajadas através do tempo,
Fazendo-se cantigas no coração de quem ama
Assim o tornando um ser meramente feliz.
 
Alberto Araújo
 
 
Músico: Fábio Pereira
Contador de Histórias Mirim: Arthur Ortiz
 
 
Poetas Convidados
Edel Costa, Gilson Rolim, Dionilce Faria, Valdir Ramos
 
Músico convidado:
Russô Dias
 
Declamadora:
Ana Regina
 
Ah! E você traga um poema e apresente na canja.
 
VAMOS CELEBRAR O AMOR!!!
 
MAC Niterói



 
PAZ! GRAÇAS A DEUS! BRILHA LUZ!
 
















Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 11/08/2011

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários