ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


PEGADAS NA AREIA





Quando eu nasci
Não teve nada de mistério
A parteira levantou-me
Falou é macho, doido varrido
Era um dia claro
Como um dia de sol no mar
Parte de mim fugiu
Outra parte sorriu
Hoje a claridade
Do dia é absolutamente
Agoniante
Nada temi até agora
Apenas a loucura de
Enfrentar este mundo
Maluco
Mas minhas pegadas
Estão firmes na areia
E fiquei feliz pelo
Dia que nasci.



ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 13/08/2008
Alterado em 13/08/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários