ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


SENTIMENTOS



(Fragmentos de poemas)






Rua contagiante, rua da rua, rua nua...
(fragmentos - Rua)


Não me deixes que eu morra, sem antes saciar-me
Do teu corpo nu... (fragmentos-Desejo teu corpo)


Flores que enfeitam banco da praça, frio na tarde
De domingo... (fragmentos – Jardim)


Paisagem da minha terra, sutileza nas cores das águas, canavial, peixes, fartura na terra da Santa Luzia...
(fragmentos- Paisagem)

Face que não conheço nem pelo avesso, nem pelo endereço... (fragmentos – Face a face)

Quero simplesmente a riqueza do teu lindo corpo nu, sobre o meu humilde corpo escravo-amante...
(fragmentos – Desejos)


Minha casa, meu canto, minha felicidade...
(fragmentos – Minha casa, minha aldeia)


Sinto por ti algo sublime que não sei de onde vem, apenas sei que é de vidro, e se me deixares, quebrar-se-á...(fragmentos – olhos misteriosos)
De onde venho, tem um sol nascente, têm-se amor pelas flores... (fragmentos – Meu ninho, meu barro)


Tigresa, mulher fatal, tua alma desfolhada em rosas perfuma os bosques do meu ser... (fragmentos- Tigresa mulher fatal)

Sou passageiro no tempo... gargalho com as gravuras expostas no meu quarto, elas fazem entender a minha insensatez... ( fragmentos – Passageiro no tempo)

Guarda a minha linguagem, os sentimentos poéticos... mas guarda mesmo o relicário de minha verdade e sabedoria ( fragmentos – Guarda a minha verdade)


Leia na integra os textos na minha página
www.albertaraujo.recantodasletras.com.br.












ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 17/10/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários