ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


CAMINHOS DESFEITOS





Recriamos caminhos
Novas palavras
Em outubro,
Mas o sonho desfaz-se
E caem por terra em janeiro

Um papel úmido e cheiroso
Enxuga nossas faces
Mas não adianta diminuir
Esse calor, e
(esperar a primavera)

O que nos incomoda
São essas moedas
Essas dentaduras
Que expulsam os
Nossos sonhos do
Calendário.


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 24/10/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários