ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


INOCENTES DA ESQUINA



Bate à porta o medo,
e toma conta da alma
melancólica,
sabe-se que na esquina
o mundo é diferente
é sólido, noturno, suicídio
nenhum pensamento bom
apodera-se da mente vazia,
a vida é nula, e atirada ao vento
como um líquido que se joga
pelo ralo da pia da cozinha.


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 13/01/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários