ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


MORRO DO LAMENTO






Desce daquele
Morro, alma sem
Lamento, sem piedade
(amaldiçoados bebendo uísque
Cheirando cola, cocaína)
Que saberá as moças, anciãs,
Pobre, pobres...
E a brancura da lua.

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 21/01/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários