ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


POEMA MULHER





O poema é como o

Corpo da mulher

Algo indivisível, belo

Delicado e inquebrável


Tem a doçura de um anjo

Ternura e meiguice



O corpo da mulher

É como um poema

Formoso, estampado céu

Mesmo em pequenas linhas

Entrelinhas

Mas é sempre poema


Poema e mulher

Tão intensos, verdadeiros, puros...

Que sempre hão de durarem


Braços que nos envolvem

Palavra que nos conforta

Posto na vida são chamas

E nas madrugadas um sorriso

De uma aberta porta!

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 05/03/2009
Alterado em 05/03/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários