ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


FRAGMENTOS





“SAUDADE...é um beijo estéril

Esquivado em soluço

Que o céu somente aflama

Quando quem se ama aparece”

                                   - Saudade – Albert Araújo







“SOLIDÃO... é mesmo isso

Que massacra o peito

E da raiz ao limbo da alma

Dissipa um amargo cruel”

...é uma ruína impressentida

Um vidro ferido no ácido

É uma pedra coagulada no aço

                                      - Solidão/Albert Araújo




ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 06/03/2009
Alterado em 06/03/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários