ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A ESPERA IV





Sai cedo...

Apenas esperei os casulos

Das borboletas se abrirem



Não tive tempo

Para ódio, dissabor


Tinha entre os dedos

Uma jóia rara; a esperança


Trêmita passagem

Do meu céu ao amor

Num pedaço de terra

Fértil, doce sabor


Moldura exposta ao tempo

Partitura na voz do piano

Mel de breve odor



Se a espera foi inútil

Não culpo o acaso

E menos os espinhos


Estou apressado!

Minha mãe me espera

Na varanda

Com os meus passarinhos!

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 01/07/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários