ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


TEMPO EXATO





O relógio bate... (horas)

E a verdade chega

Na casa larga – infinita alameda



Olho o jardim (...) dentro de mim

E a terra é fértil e sem fim




(...) Deus, o meu pai

Chega-me camaradamente

E unifica sua imagem

Imensurável parecida a mim



Trazes a tua câmara...

Essa imagem captada

Podes guardá-la

Para século sem fim.



Beleza, pura beleza

Que o tempo

Esqueceu-se

Em mim.



ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 17/07/2009
Alterado em 17/07/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários