ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A COR DO HORIZONTE








Canto o mar...

                      Canto o infinito do próprio grito


                      - Na nave púrpura do horizonte

                        há um cristal em sangue vivo


                      - Na terra viva:

                        Semeio sóis

                        Devoro esfinges

                        Dissolvo rochedo

                        Recupero anjos

                        Semeio / nós.




ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 02/09/2009
Alterado em 02/09/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários