ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


INFINITO DESEJO II






Um infinito desejo
De sugar as estrelas
Lá aonde a flor
É lampejo
Água cristalizada
Olho vivo – horizonte e
Fronteira

Um incessante desejo
De revirar as estrelas
Lá aonde o fulgor é superfície
E logo se mistifica


O beijo é o alimento
Sobre a boca
E tudo se acende
Eternamente


Um estridente desejo
De (trans) fixar as estrelas
Lá aonde o fogo é calor humano

E os arcanjos
Não transpõem
As leis dos mortais


Um infinito desejo...
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 15/01/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários