ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


CARTA A UM AMOR / RESPOSTA DA CARTA A UM AMOR





Amor sublime amor,

tu que encantas o poeta,

que enaltece a musa inspiradora,

ver se chegas e sentas no meu peito,

toma conta de minha solidão,

não pedes licença, se apodere de mim,

me usa, faz-me de gato sapato eu deixo.

introduz a flecha furacônica,

me deixas descabido, desatinado

ou mesmo desalmado,

podes-me fluorescender

na parte voraz de minha alma,

me acender todos os meus faróis,

velas e lampiões do meu ser,

faças de mim o animal mais luzente de

todo planeta, eu deixo.

Quero sentir o enigma que a pessoa

quando ama sente,

quero saber de tudo.

Ir bem fundo de teu

mistério e poder desvendá-lo

eu quero sentir a sua magnitude e

provar do teu inexplicável AMOR.





..............................................................................





RESPOSTA A QUEM TANTO ME PROCUROU



Quero ser o teu sublime amor

e te encantar, ser tua musa...

Estou chegando sem avisar

para no teu peito aninhar-me e cavalgar no teu céu.

A tua solidão quero desanuviar e de ti me apoderar.

Sou da medida do que te falta completar!

Posso pintar um céu com mil estrelas a piscar

Pinto um sol com toda luz para clarear o teu dia

Posso te contar histórias para mil noites

Tenho o amor para acender todos os faróis.

Sou a estrela que te dará a luz perfeita.

Tenho os segredos para te fazer feliz.

Sou um livro aberto sem mistérios para desvendar.

Tenho um tesouro para te ofertar

chamado AMOR

quero para sempre te AMAR.



ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 17/02/2010
Alterado em 17/02/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários