ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A FALA





Falo da criação
De Deus; o homem
Carne que não cessa
Estrela que não se apaga



Falo
Do relógio da alma
Das inamovíveis pedras
Do sangue vivo das borboletas
E da beleza da mulher
(do mais voo além)



Falo
Da hora que não se limita
E do justo também.

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 16/04/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários