ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


NUVEM BRANCA




havia a um canto do céu uma nuvem, uma nuvem branca
a um canto do CÉU, sorria... E sorria um sorriso infinito...
em que todos os pássaros se saboreavam de alegria.

havia uma nuvem branca, de certo sabor e não de melancolia.
havia a um canto do céu uma nuvem branca que sorria [...]

fixa metáfora
beleza - pura melodia.

havia a um canto do céu uma nuvem branca [...] e foi de sóis
e de estrelas que esta nuvem fez a sua poesia...

[...] havia a um canto do céu
uma nuvem branca que sorria.

casa
canto, encanto
embrião...
lógica filosofia

havia a um canto
do céu - uma nuvem branca
que na curva do universo
enfeitava o silencioso dia.
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 11/05/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários