ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


MATÉRIA INTENSA





Quando reviro
a página do livro
quase que tudo é espera.

uma pedra louca a revirar o tempo.

túrgidas noites
em que o sono é frágil
e as manhãs são prenhes.

há em meus ossos
Um extrato de pólen
e os meus dedos estão eloquentes, e te
desenham na parede.

quando reviro
a página do livro
quase que tudo
é rosto – e caminho que rasga o chão.


... quando reviro a
página do livro
tudo é matéria bruta
textura da pele – e Picasso pinta um coração.


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 26/05/2010
Alterado em 26/05/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários