ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


NESTA RUA





Em que mora
O padecimento, onde
O vai e vem da esfera global é presente
o sopro alegre do contentamento
é força, é fé, é carinho.

Incrustado infinito
E a essência perfura o tempo
O anjo diz; enquanto o tempo é perfurado

Segues a tua vida... a vida é o branco
Da nuvem, e o alvor pode ser breve.

Algo aguçado
Que sobe as colinas
Lá onde ninguém se atreve.
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 08/10/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários