ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A COR DO OCASO ( 2 )






de cor suave de memória
e um aberto azul-rei:
apraz moinho

na horizontal:
logo disposto abstrato
o presságio caminho

entre a linha ordenada
e a abscissa do corpo: o ocaso
cruzado e convexo voa
- um voo disputado de passarinho

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 13/01/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários