ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


COISAS DO AMOR (SOMENTE QUEM AMA CONHECE)







Mergulho no teu coração
como o poeta quando ama
mergulha nas paisagens lunares
declama o amor real
deixando-o florir na própria alma

O amor; doce sentimento me invade
vejo-me envolvido na alma alada da paixão

Atos abdicados e absolutos
manifestam ardentes desejos em mim
de sorver a volúpia do teu ego
de morder a língua da canção
de despir a aurora inebriante
que ora se rompe nas manhãs contagiantes

E me perco em amores
entorpecendo-me do vinho
que tem um sabor divino
e pulsa as veias

:

Amo-te:
e o amor
é isso tudo em mim
que logo o coração se incendeia












Edição de imagens:
ShirleyS

Texto: Coisas do coração II (somente quem ama)


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 11/06/2011
Alterado em 11/06/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários