ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


PÁLPEBRAS DE SONHOS





Meu pai
homem sorrindo em juventude
foi morar com Deus

Eu ainda nem sabia
os nomes das cores
e as engrenagens do mundo


É, eu agora te direi
que tateei horizontes
e nunca mais minha loucura
teve um abrigo seguro

naquele momento
cascatas de luz
rios de palavras azuis
geometrias e vórtices
tudo sem crinas


Um P de pai
e o destino iluminando
todo o meu horizonte


:


Agora eu sei
que todas as estrelas
guiarão meu Pai

E a face dele estará
no porta-retrato da sala
para sempre





Edição de imagens:
ShirleyS

Texto:  Pálpebras de sonhos


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 19/09/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários