ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


FIRMEZA

"TEUS OLHOS NEGROS
NESTA PELE BRANCA,
SÃO NEGROS COMO A
NOITE INFINDA,
SEU OLHAR COMO DE
UM LINCE SELVAGEM,
QUE PENETRA E INVADE
A MINHA ALMA,
ME PERCO NESTE TEU MISTÉRIO,
QUE QUANDO ME OLHAS
DEIXA-ME UM SORRISO
FORTE E FEBRIL,
ÉS BELA MOÇA...
TENHO MÊDO DO SILÊNCIO
DA TUA NOITE, QUE ME
ATORMENTAS,E ESSA CHAMA VIVA
DE TEUS OLHOS CINTILANTES
ME CATIVAS.
ORA, DEIXANDO-ME INSANO
DE PAIXÃO.
E, ENCHO-ME DE DESVELO POR TI.



ALBERT ARAUJO




PARA KARLA EUGÊNIA


09-09-06
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 01/02/2007
Alterado em 08/03/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários