ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos



SENTIMENTO EXACERBADO


Pesco em águas turvas
um sentimento exacerbado
para igualar ao teu,
minha pontaria não
foi certeira,
agora me redimo
a algo mesquinho,

Procuro no alto de um
arranha-céu todo o 
meu íntimo, que foi
esquecido no porão
da tua insensatez
tudo em vão,

Peço a um corsário
para emergir tal sentimento
em alto mar, inútil!...
ficou perdido na proa
de um navio pirata,

Volto a estaca zero...
sonho não esquecido.

Me peguei ao um albatroz
para encontrar o meu íntimo
mas este perdeu-o nas praias
desertas do mar sem fim,

Recorri a uma sereia misteriosa
provei do gôsto amargo
fui submetido aos seus caprichos,
realizada,no entanto,
quando dei por mim,
tudo aconteceu
Encontrei sim um sentimento
igual ao seu.
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 21/02/2007
Alterado em 22/02/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários