ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A    VIDA




Tudo é solúvel
é provisório,
mergulha no fundo
de ti mesmo e traga
o teu inconsciente à tona,
a sombra de teus olhos
na noite côncova e profunda,
silencia a tua voz, seduza o 
vento e lhe oferte flôres
não magoa o albatroz que
existe dentro de ti, adote 
uma atitude crua, usa o sol
o quanto podes, as lembranças
de tua infância não deixe a
chuva levá-la,
os músculos da tua face
precisam de um sorriso teu,
o sangue pulsa, o desejo explode,
o mêdo da solidão  faz parte do show,
a beleza das flôres não jogue no abismo,
a intensidade é o bastante pra ti ver a noite
e no entanto não poder ver o dia, ou vice-versa,
a VIDA é passageira, e como!...
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 17/03/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários