ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


BELEZA INTERNA





A tua infinita beleza exposta de dentro pra fora,
é brilhante como a lâmina do punhal que você
cravou no peito de minha insensatez,

Minha boca entreaberta como um túnel, ápós
se perder diante de sua imagem inebriante,

Os teus cabelos, são como as brumas do mar
pela sua beleza e paz, onde adormeço,

Teus olhos são dois sois, que brilham com tanto
fulgor,

Tua pele é puro afã, motivada pelo aroma do
jasmim silvestre,

Teu sexo é um abrigo de lã, tingido de ouro-prata
que entrelaça o meu sexo, querendo estrupá-lo
ali mesmo diante do meu olhar faminto por teu
amor.
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 05/04/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários