ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos




AR ROMANESCO E SINGELO





Quando se pensa em desenhos extensos e belos
a mente inclui o plano o convexo e o côncavo.

Quando se ouve a contextura
da amálgama da intensidade da ordenação Papal,
o coração se reocupa das cores e paisagens dos anjos.

A matéria fluídica do folhear dos dias
torna-se um aspecto dilatador,
pois o densamento do suporte
que produz a comoção se faz fluir à flor da pele.

E no alpendre / pátio das Catedrais
o reste dos afetos dos corpos dos Deuses celestes
produzem sentimentos agradáveis.

Vão-se então as definições dos detalhes,
que se romanceiam em atos abundosos.

E mais belo ainda, os casais romanescos,
que em profunda singeleza fazem a travessia
no canal de Veneza em pequenos barcos,
 o sol dentro de cada um.

O brilho do arco-íris no
lago em total remanso e romantismo.




 
Edição de imagens
Shirley Araújo

Texto: Singelo Ar Italiano


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 26/10/2013
Alterado em 26/10/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários