ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


SOMENTE O MAR PODE ME AMAR




Somente o mar pode me contemplar.
Afinal, sempre gostei do seu lençol ondulado...
e quando surge a mim,
é mais que forma humana é esplendor...
Emergido vínculo divino
com gestos de afabilidades arrematados.

Somente o mar pode me admirar...
apenas o ardor do mar pode me queimar.
Com os lumes as ondas e os seus olhos...

Unicamente o mar me cobiçou...
somente o mar - definitivamente:
O que, rara ocasião em arte se revela.
O que, com evidências vive feliz.
O que, em nudez a ostra contém.

O MAR...
Acendeu-me com o fogo do seu amor.

Somente o MAR pode me AMAR...





Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: AMAR
 
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 25/01/2014
Alterado em 26/01/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários