ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


VERSOS DE AMOR TOTAL





Na manhã febril - encontrei o teu nome.
O teu lago jubilar e crepuscular.

E todas as tuas aspirações - Sóis aguçadores
estão perfiladas a mim.

O teu bálsamo a transpirar-me
reservadamente na pele.
E o corpo - turbilhão das aves de verão.
E a tua boca permite minha poética.
.
.
.

No acolhimento do anoitecer enluarado,
sabes ser a aragem na alcova.

Eu despido para ti,
cá estou - pronto a dar-te
o coração de homem centelha.

Em tempo – todo o meu amor –
e o que resta da vida.

Estrelas em estampidos clarões,
consistentes em meus gestos decisivos.

Tudo o que vem de ti - É um poema,
um regato cobertor do meu corpo,
um feixe de luz na minha paisagem.

Sinto-te agora na cama
rima perfeita abrindo as portas das manhãs.




 

Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: Versos de amor total

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 26/01/2014
Alterado em 26/01/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários