ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


IMORTAL POETA




Ser poeta é ser um herói brioso,
procurar alguém no escuro,
e apresentar seus tambores velados.

É ser o máximo em assonância,
dentre tantos que habitam a terra.

O bardo maior das criaturas!
abocanhar a poesia, como quem oscula!

É ter aspirações sem fazer alarde,
É ter cá incluso um luminar que fulgure relâmpagos,
É ter mãos, ombros e braços de eternidades.

É ter um apetite voraz de inspiração.
É soprar na órbita dos planetas, turbilhões de poesias.

Entretanto, todo poeta deve beber o coração do outro...
Ser poeta... É romper as grades do coração,
cravar a flâmula e semear crisântemos na campa eterna,
sorri profundo na pedra fria.
Além, fazer as manhãs vibrarem suaves e róseas.

Ser poeta...
Não precisa empurrar as árvores
onde cantam as aves,
é ser o pássaro, que encanta a vida...

Ser POETA...





Edição de imagens:
Shirley Araújo

texto: Imortalidade do poeta









INTERAÇÃO:


 
 
É rasgar caminhos ... costurar nuvens...
04/02/2014 16:42 -
cavenatti  








 
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 04/02/2014
Alterado em 04/02/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários