ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


FORMA E CONTORNO DO SER HUMANO






Entender o que no exterior explode:
Contorno e forma do ser,
a procura de um elemento
para contemplar, para clamar!

E, de repente, desvendamos o nascer do sol,
descobrimos, que, é aquela multidão feliz,
a qual sobrevém pelos os voos dos pássaros
ou a íris das borboletas,
que, onduladamente viajam pelas nuvens.


De repente aprendemos na flor,
a circulação do arco-íris.
pintamos o infinito, na tela da memória
e acendemos o candeeiro do crepúsculo.


De repente deparamos com as conchas,
que perpetuam as pérolas.
que, pela amanhã deliramos na janela da vida.

De repente o ouro da alquimia,
percorre a idílica íris da Deusa
e em seu coração lança uma paisagem infinita.

De repente envolvemos
as palavras gentis, aos homens
e com a seta do amor
tremulamos o sol matutino.





Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: Forma e contorno  do ser humano
 
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 25/02/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários