ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


O TEMPO É VELOZ...







Como o tempo é veloz...
brutal e sanguinolento.
A mão agarra a concha da vida.

O grande livro sagrado – diz:
Depois invade os espaços que:
Quão intensamente,
assento à mesa para comer o pão
e beber o vinho.
O néctar que me alenta.

O grande livro de Dantes – diz:
Todos têm o direito
de preparar-se
para as núpcias do homens...
Agarrar-se pelas crinas dos cavalos
e se transformar em rebeldes peixes.
Com os olhos de dragão,
ressurgir dos escombros.
Articular prazer, ódio e aflição...
Renascer para fenecer,
todos os dias ao anoitecer.

De lanternas acesas:
O tempo obstupefato,
rumina ombros e braços.
Tritura: flor - pedra - ser
que depara no caminho.

Abre a fendas
imprime clamores e fanfarras,
onde tudo queima e ecoa trombetas.

Finalmente
num degolar cruel,
a árvore e o ciclo vital
— atiram no oceano e os entorpecem...
Até adormecerem...

 


Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: O tempo é veloz...

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 06/03/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários