ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


VALSA PARA SHIRLEY


Valsa para Shirley



Abraça-se a tudo
que é precioso e belo.

Ela, abraça-se a tudo
em púrpuras rosas e o
partilhar da água é fértil e humilde.

A sala aberta, salão,
a campa - igualmente o desabrochar
de estrelas em pleno dia claro.

O coração fogo
e nele toda cor
do barco em praia larga.
e por onde passa
alastra bondades e regatos.

A leveza da alma,
abre-se em poros de cristais
e que ela me leve
por todo o planeta e
em certos sobre saltos
altos,
sobretudo, nas alvas
palavras em gestos de sinos.

A valsa baila
no rastro da beleza.
Ela é jasmim é Shirley.

.


A face da borboleta
é azul, tem estética de fluxos e êxtases.




Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: Valsa para Shirley


 
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 25/03/2014
Alterado em 26/03/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários