ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


ALEGRIA E GLÓRIA
 





Tigresa e usa o escalarte in natura.
Ela é alegre e gloriosa...
memorável gosto de fruta.
Um brado dos Altos Alpes da Suíça.
Calma e fidalga.
Revela-se da dádiva ao fino ouro.

Coração sereno,
crença em cláusula celeste
e a vontade de enlouquecer-me
em papiros.

E eu,
firme, com farto chão e circunstâncias...

Ela lírica,
na sua malícia,
racional argila,
sobre a cápsula da inquietação.


Os seus poemas...

versos por versos

letras por letras

singram

no anuviar do horizonte de mim.


Completo alimento das abelhas

num todo bálsamo fluído.

Quinhão e todo aquecimento de fogueira.


É tão meiga e sutil,

na busca da raiz das poesias.


Como um feliz cisne

desliza no lago azul do amor.


Ainda

a respeito,

cria

o alento

a cantiga

do poema.


E os vocábulos

abraçam-se entrelaçando-se

às supremas

melodias

dos versos

secretos

vivos.


Toda escrita toda elocução

a abrirem a bruma da auréola do sol.


Ela, é feito um Poema

que está vivo.


No livro escalarte,

completa estrutura

e expressão

da poesia lírica viva.





 
Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: Alegria e glória

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 25/03/2014
Alterado em 26/03/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários