ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


TEU BEIJO TUA LOUCURA





No requinte do inesperado instante, o teu riso...
Admiro o teu anseio ponderado!
Deslumbro-me no lance da tua refletida imagem...
Renda que vasculha arco-íris.

Estou seduzido pela tua suave paixão,
que revela-se uma fenda de um delicado sentimento.
Faíscas agudas em meu coração se envolvem!
E acalmam a cavalgada incorruptível
da minha alma serena... Oásis sedento.


Não existe no mundo,
outra mais linda obra de arte!
Teu corpo, ah! o teu corpo tão formoso!
aspiro poder tocá-lo e mais senti-lo.

Desejo poder aventurar-me e possuí-lo.
Assim como um insano e intenso leão!
E assim, suster-me como a flor delicada,
nos teus devaneios...

Face feliz, olhos belos...
fazes de mim teu ente, teu servo!
causando em mim um corte fatal,
uma ferida na alma e no coração.

Quero logo começar,
a minha prisão na casa do teu amor...
A tua essência preenche as lacunas
dos planetários muros de heras.

E para ser total o clima, a lua brilha...
E chama os cavalos e planta a couve de teu nome,
que mata a fome e me rasga o cerne.

A tua vida é um espetáculo,
gole profundo nas réstias da noite.
a terra, a água, o ar e o fogo...
no meu humilde ser em açoite.

E agora estou preso a ti!
a tua imagem,
a tua vida
e ao teu castelo úmido obsceno...
pupilas vasculhando
o imensurável deleite.
Aceno.







TEXTO: TEU BEIJO TUA LOUCURA

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 08/07/2014
Alterado em 08/07/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários