ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A BUSCA DO AMOR





Sejas tu o verbo que buscará a alegria do amor.
Onde o ósculo alcança as neblinas.

Na claridade das colheitas:
Imagens descobrirão rios e rosas.

Na noite enternecida desfias sonhos.
Procuras.
Procuras a maravilha do amor. Urgente.


Sejas tu a palavra doce e oceânica.
Branca rosa branca da paz branca,
branca paz branca rosa branca.

Beijei tua boca!
E houve luz nas montanhas,
uma maçã, um riacho vermelho.
Só a inspiração é matutina
e segue o sol em seus altos degraus.


Guardas a louça do coração
e aceitas o amor
envolve-o em tuas asas,
antes que as gaivotas
biquem o sumo da lua.

Começas a afivelar
o ousado pélago de fogo.

Absorves as fímbrias do mar.
Eu sou o MAR
- eu sou de tão longe...

Do lume à esgrima
o caminho é ermo.

Se me queres,
se me ofereces
a tua boca vermelha MAÇA
irei a ribeira tingir as asas das águas.





Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: A busca do amor


 
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 23/07/2014
Alterado em 23/07/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários