ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


AS MARAVILHAS DO AMOR





Quando a ti desabar a névoa do vazio
colas os teus lábios na boca
das constelações

O rosto da paz é branco
e a brancura se confunde
com os lírios dos jardins

Ao abeirar-se do abismo
olhas para o mar
das palavras de amor

Que o amor o conduza
a todos os pomares das videiras
aqui e ali
mais e mais
até o fim da claridade

Que ele não o limite
às seivas dos oceanos
que os desconheçam

Que ele leve-o ao luzir
e maravilhas do preparo do vinhal

Interminável
entre as rendas do tempo
e o fôlego do punhal





Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto As maravilhas do amor

ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 07/08/2014
Alterado em 07/08/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários