ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


DA PAISAGEM AO CORAÇÃO


 
a Shirley Araújo





E no ruído das pálpebras da poesia,
EU vi o presságio do TEU rio e âncora.

A colheita de sentimentos
em toda a sua convergência
penetrando lentamente
os poros do meu lume.

E tu, coisa linda!
Na aragem da aurora
chegou-me no bico de um colibri.

Trouxeste contigo
o brilho da lua
e flores de uma nova primavera.

Pois se hoje sou um vinhateiro,
TU o sol-posto no parreiral.

Uma varanda de coração doce,
cheia de alegria,
laureada de guirlandas
e com sorrisos de água clara.

Cada aceno que fazes,
semeias a perspectiva
do contentamento.

Em TI existem mil estrelas
que por si própria se desvairam
nos olhares de bússola da lua.


Certo e contente,
EU peguei o coração e o pus a amar-te
e pus-me a amar-te...

Porque na vida:
Tu és uma dádiva divina,
os teus versos líricos são intensos
e viram raios em meu peito.

Coisa linda!
até o vinho assoma-se
e vira cristal nas tardes
de crepúsculo azul.

Pelas pupilas do amanhecer
vejo o teu riso entreaberto,
numa infinita viagem,
ele sobe, sobe...
a aspiração de teus rebentos.

Como tesouro,
TU estás num recinto
transverberado,
tão lindo,
tão risonho,
tão crestado.

E é por isso que eu te peço:
aguçai teus versos sonoros
em minha vida,
os meus pulsos estão acesos.

De soslaio TE vigio
com olhos de lince
devaneios e flechas...






Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: Da paisagem ao coração



By © Alberto Araú
jo
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 13/09/2014
Alterado em 13/09/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários