ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


SOB A LUZ DA SUAVE ENTREGA







Sob a luz da suave entrega.
No dorso da Via láctea,
eternamente fúlgido,
atravessei o umbral do âmago.
(Sagração do verbo íntimo e absoluto).

Ao entrar no transmutado
rubi misterioso.
EU,
rosto provido de azul do mar
e na brancura do horizonte.
Vi o teu olhar de Vênus
e o teu sorriso de mil anjos.

TU,
chegaste a mim,
feito um grão sublime,
qual aquele que dilacera,
o relógio do tempo...

Após beber na fonte
da veracidade,
caíste feito uva doce
no meu lagar.

:.

O nosso mundo presume,
vivermos juntos
no êxtase da infinitude.






Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: Sob a luz da entrega



 
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 06/10/2014
Alterado em 06/10/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários