ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


POEMA SOBERANO






Competem-me,
os teus cabelos de praia
e a tua pele de cotidiano.

Cheiram-me,
tua brisa perfumada
e sob a planície o cardume
de beijos da tua boca.

Inspiram-me,
a tua voz inesgotável de anjo
e as palavras de girassóis.

Orgulham-me,
o teu furacão em navalha,
o teu domínio sob a minha carne.
Eclosões que abrem os tremores dos rios
e vão até à alta copa pendente de ventanias.

Expiam-me,
os teus olhos de lince,
a tua corola embriagante.
Beleza e amor,
reinado de mitológica Afrodite.





Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: Poema soberano


 
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 29/10/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários