ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


MÃOS DE FADAS





Mãos de fadas
na boca o costurar
do hálito das amendoeiras.

Veste-se com a luz da felicidade
nas auroras que são mais auroras
que brotam do princípio ao infinito
das constelações.

Nos CÉUS azuis
mais azuis que os olhos do poeta Rebel
tudo é íntimo e profundo sentimento
de primaveras.

Nas lousas dos desejos dos flamboaiãs
deixar-me-ei penetrar pelos
os sentimentos febris
e no quadro de giz
além da sala de estar
os poemas.

Hoje à noite e sempre
permanecerei no caminho das flores.







Edição de imagens:
Shirley Araújo

Texto: Mãos de fadas




 
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 27/11/2014
Alterado em 20/01/2015
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários