ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


BRILHO DA LUZ DO AMOR
 
 
 

 
TU tens o brilho da luz do amor...
inesgotável frescor de uva
entre as auréolas da paixão.
És as brumas da manhã.
 
Puro oceano sazonado.
Fogo abrasador que
lateja visível nos poros.
 
Lembrar-me-ei sempre
quando juntos
inventamos o nosso
extravasado amor,
nas praias bordadas
pelo mar da Guanabara.
 
Amanhecemos
à sombra do pélago azul.
 
A planície colorida
buscou à noite, estrelas.
 
Caminhamos abraçados
sob os odores de horizontes
– beijos esféricos da lua.
 
Teu corpo trama
fulgores infinitos,
os quais se fortalecem
na paisagem do azul céu.
 
Ávido coração de mar.
És Sereia bela
no recanto das ondas do amor.
 
Veem-se os
olhos do mar Egeu
e os teus beijos sensíveis
pertencem à brisa desse mar.
 
Todo o azul celeste das águas
leem os teus poemas de amor...
 
Enamora-me
ò mar do amor de Afrodite,
que os teus encantos
incendeiem a luz apaixonada
do nosso cálido amor.
 
 
Bendita sejas TU
que me dás a dimensão
do mundo,
metonímia febril da cidade...
 
Na tarde sonora
o teu encanto extravasa o meu eu.
 
Bosque de mel.
És chama de amor que se matura
na candura do eu lírico,
a qual se alegrem os rios da paixão.
 
O espelho da felicidade
é a nossa alegria na
onda dourada do mar de Icaraí.



ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 12/12/2014
Alterado em 13/12/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários