ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


MIRAGEM





A tua boca entreaberta
Como um túnel...
O Oásis que reflete tua imagem,
Mirabolante...
Pura Miragem!...
Que busca estrangular-me
Como um relâmpago que dá chicotada
Riscando o céu em noites de tempestades.
O teu olhar!
Decepa minhas asas de pássaro arquejante,
Mas, mesmo assim...
Guarda-me no teu ventre
Em nuvens de carne
E nos restos de tua voragem,
Que quando vir a solidão,
Eu estarei forte e protegido.




02-06-07







ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 02/06/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários