ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


AMOR SEM OBSTÁCULOS



O sol ... Astro glorioso
Refulgente de raios de luz
Ilumina a catedral,
Do meu ser ebúrneo.
Uma áurea cintilante
Aparece na paz do meu céu risonho!
Entre lírios e pétalas de rosas
Os arcanjos embuçam a minha face.
Fustigo o meu alazão
Para levar-te às pressas o meu coração
Que sedento de paixão por ti
Sangra hidramaticamente pelos poros.
Uma onda entulhada
De brancos véus de espumas
Acastela-se no meu peito,
É o amor rindo
E cantando célebres e ufanas canções.
No entanto quero coabitar em teu peito
Todo esse amor
Que no mundo resistirá aos ventos,
Chuvas,
Raios... Procelas.




07-08-07
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 07/08/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários