ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


BEIJARES DE MUSA






Olha-me. Olho-te. Olhamos-nos! Neste febril anoitecer, almejemos acender o fogo da paixão... Não quero adiar. Não desejo perder. Não pretendo guardar para outro momento o furacão abrasador que percorre o corpo inteiro. Meus anseios incendeiam. E o convívio inerente, transformou-me, sou diferente... O riso e a celebração da Mãe da noite surgem... Risonho eu aponto, olha aqui as pétalas jogadas no gracejo encantador. Desperta em mim a paixão dourada em seu coração. Que lindo Amor! A nossa vida é completa! E não se permite vaguear e jamais se abastar... Sublime êxtase, o seu relicário de eterno cantar... Beija-me. Beijo-te e nos toquemos! Beijemo-nos e acendemos o fogo do Amor vivo, mostrando o nosso atear apaixonado. Vejamos a luz no céu. Fomos tocados por um anjo com arco e flechas do Amor. É o nosso ninho. Toca-me. Toco-te e Toquemos-nos. É Amor... É vida... É fascínio.






 

TEXTO: BEIJARES DE MUSA
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 25/10/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários