ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


OLHOS MISTERIOSOS





Ó, Tu que agasalho todo o meu sentimento,
toda a minha ternura...
És um sonho lindo... és riqueza em mel,
Teus olhos é um par de pérolas verdes
onde o outono traduz e o desvenda todo
mistério.
E, sinto por ti algo sublime que não sei
de onde vem, apenas sei que é de vidro
e, se me deixares, quebra-se-á.
Deixa-me tocar a tua boca de rubi, e molhar
o meu beijo na língua tua.
Pois tenho o ofício de amar-te e imprimir
contigo a absoluta felicidade.
Ó, tu que és puro afã...(desejo).
Que derramas em mim a alegria de viver,
E que meu peito conhece a bandeira da paz.
Que todas as minhas ferramentas encaixam-se.
E a minha nave navega com afeição.
Dá-me o teu perfume, e as tuas flores dos campos.
Inventa um amor descabido.


Albert Araújo
22-10-07

Pra Angélica de James
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 22/10/2007
Alterado em 24/09/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários