ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


O QUE INTERESSA...





O que me interessa a tua palavra,
Se quando eu quis falar-te tu nem
me ouviu.
O que me interessa a tua luz sofrida
Se quando eu te quis acender a minha
chama tu apagaste.
O que me interessa a tua lembrança
Se quando eu te quis recordar, tu me esqueceste.
O que me interessa a tua primavera
Se quando eu te dei flores tu nem recebeste.
O que me interessa o teu sorriso,
Se quando eu te sorri tu nem ligaste.
O que me interessa a tua sílaba tardia
Se quando eu te quis pronunciar as minhas
Tu nem percebeste.
O que me interessa o teu vento
Se quando eu te quis soprar o meu, tu nem te
Interessaste.
O que me interessa o teu recife
Se quando eu quis te dar a minha fortaleza
Tu nem abriste os braços.
O que me interessa os teus violinos,
Se quando eu te quis cantar as minhas canções
Tu nem ouviste.
O que me interessa o teu amor,
Se quando eu te quis dar-te o meu
Tu nem recebeste.



ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 12/11/2007
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários