ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


SEM RESPOSTA






Hoje eu te telefonei!...
Mas tu não atendeste
Ainda sou o mesmo que te ama.
O que do teu abismo sobreviveu
Que foi o inseto na tua lâmpada
A sobremesa marrom glacê que tu adoras
O teu amor que fabricou o mel nas flores
Do teu jardim.


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 17/01/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários