ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


RECORDAÇÕES





E vieram as recordações
A mim me tocou
Com suas coisas do passado,


Eu que não queria mais
Lembrar-me.
Insônia
Desvario
Obsessão
Quase morri...


Não quero lembrar-me


Noites tempestuosas
Dias a pão dormido
Coração desvalido...


A mim me tocou de novo
As recordações


Eu que não queria mais
Lembrar-me.


Conheci o teu labirinto
A tua paixão cortante
Os teus espinhos de mel
As tuas teias


Não quero lembrar-me...


Amores negados
Bocas serradas
Dores humilhadas



A mim me tocou outra vez
As recordações


Eu que não queria mais
Lembrar-me.


Tive pesadelo
Carne estremecida
Morri mil vezes 
recuperei-me há pouco


Não quero lembrar-me
Mais de ti


AMOR.


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 02/02/2008
Alterado em 02/02/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários