ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


A CORRENTEZA









O amor que eu tinha
Era maduro...
A correnteza levou.

Os meus lábios
Ainda apresentam
O vermelho dos beijos
Sem limites.

Gritei-te no teatro,
E tu não me ouviste...

Expus nos muros
Das cidades
O meu sentimento.

Entre a areia e o sol
Escrevi
A loucura do meu coração.


Mas a minha dor
Foi mais além
Da linha do equador

E todas as luzes
Apagaram-se

Fiquei com o meu
Coração completamente nu

O teu.
A correnteza levou...
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 23/02/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários