ALBERTO ARAÚJO - MEU RECANTO
Contos, versos e sentimentos à flor da pele.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


O HOMEM E O TEMPO








E na batalha do homem com o tempo...
Convergência
Sumidouro
Ruído de rugas no ácido
Reinado de pássaros carnívoros

O céu está pintado de azul
E sob as nuvens o segredo dos cristais
O beijo do arco-íris realmente desnuda os rios

Então somente as flores embalsamam
Os cadáveres mutilados pelo tempo

Não se conhece a glória de um derrotado
E nem tampouco a leveza da quimera

Sabe-se que o tempo
Vence sempre o homem
Que permanece à sombra
E nada dessedenta

Apenas espera
Afundar na garganta do precipício.


ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 22/04/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários